Uma paixão chamada Stranger Things

| |
ATENÇÃO
PODE CONTER SPOILERS

Oi gente bonita, tudo bem?? Vamos falar de séries?? De um fenômeno que chegou de mansinho em julho, virou febre e tomou conta das redes sociais entre julho e agosto.... Se você ainda não viu, mas está curioso pra saber mais, eu aviso que alguns spoilers serão inevitáveis por aqui...
Mas enfim, sim, estamos falando do fenômeno Stranger Things, com sua nostalgia anos 1980, elementos sobrenaturais, romances, mistérios e muitas referências a filmes clássicos (Capitão América aprova a série, hehehehe).
Pois então... Eu, sempre atrasada, comecei a olhar, por indicação de uma amiga, no início de agosto... E confesso, todo tempo livre que tinha, usava pra olhar pelo menos um episódio (já que são eps de aproximadamente 50 min cada). Levei um pouco mais de uma semana pra assistir tudo, porque iniciei a série justamente em um período de pouco tempo livre e garanto, se tivesse um fim de semana livre, com certeza teria assistido toda ela em um mesmo dia.
Confesso que até pouco tempo, esse tipo de história não me atraía, essa coisa de suspense, misturado com um pouco de terror. Inclusive meu marido ficou muito surpreso por eu ter ficado tão fixada na série. E realmente, não sei dizer ao certo, se foi pela história em si, pelo suspense que sempre deixa um gosto de quero mais ao final de cada capítulo, por ser ambientada nos anos 1980 (que  eu sou apaixonada, mas que praticamente não vivi nada, já que nasci no final dessa década), não sei, tem tanta coisa legal nessa série, que é difícil saber o que me prendeu mais.
Se vocês ficou curioso pra saber um pouco mais sobre esse fenômeno, pega a pipoca, o refri e senta,  clica em ler mais, porque o post vai ser longo e dividido por tópicos, pra tudo ficar bem explicadinho!!


A HISTÓRIA
Gente, ia colcoar a sinopse da Wikipédia, como sempre faço, mas achei essa descrição no site Lançamentos da Netflix, que é mais detalhada.
"Stranger Things se passa na década de 1980 em Hawkins, Indiana, e conta a história da busca por um garoto que desapareceu sem deixar rastros e em circunstâncias suspeitas. Sua mãe (Winona Ryder) pede às autoridades locais o início das investigações do desaparecimento, que vai revelar uma série de mistérios envolvendo experimentos ultrassecretos do governo, forças sobrenaturais aterrorizantes e uma garotinha muito estranha. Uma homenagem aos clássicos cult dos anos 80, Stranger Things é uma história de formação de três garotos que levam essa pacata comunidade a um mundo onde mistérios estão à espreita de todos."
Ok, a sinopse não disse quase nada, certo?? Ou disse praticamente tudo... Nos deparamos com o desaparecimento misterioso de Will já no primeiro episódio, logo após ele encontrar um ser estranho na estrada de volta pra casa. Ele some sem deixar rastro e seus amigos (e a cidade inteira) saem a sua procura, sendo que nessa busca, os meninos encontram Eleven (Onze, em português). A história se desenrola na amizade conturbada que os meninos desenvolvem com El (como carinhosamente a chamam), na busca pelo amigo desaparecido e nas descobertas sobrenaturais que vão acontecendo ao longo desse caminho.
Eu poderia dizer muito mais coisa aqui, mas aí os spoilers seriam inevitáveis e, apesar de colocar o alerta lá em cima, eu quero inserir o mínimo possível, já que eu mesma fui acessar uma matéria sobre ST e tomei dois spoilers, que entregaram o final da série, #chatiada.
Imagem retirada do site Netflix
O NÚCLEO INFANTIL
Gente, pausa aqui, porque essa gurizada merece. Principalmente a menina, que está com os cabelos raspados, Millie Brown. Atuação sensacional, seu personagem possui poucas falas, que vão evoluindo ao longo dos episódios, o que torna a menina um show a parte é a expressão corporal e facial, já que as falas são extremamente reduzidas. Super talentosos, deram vida a criançada da década de 1980 sem parecer caricato ou fake. Essa turminha deu vida ao núcleo central da história, pois a história gira em torno do desaparecimento de um dos meninos da turma. Mas aqui vale o alerta, não se engane, apesar desse ser o pano de fundo para o desenrolar da temporada, há muita coisa acontecendo. Preste atenção em TUDO!
Imagem retirada do site FFW
WINONA RIDER
Li muitas críticas que ela estava exagerada, sobre atuação ruim... mas gente, ela representa a mãe do menino desaparecido e que ao longo da trama, vai mostrando algo que parece ser delírio, alucinação, que vai convencendo a gente de que ela está enlouquecendo por causa da situação... Parei por aqui, pra não estragar.....
Imagem retirada do blog Feito um girassol
O NÚCLEO ADOLESCENTE
Eles dão o toque da juventude anos 80, com o clichê do boy popular, da garota bonita nerd que é apaixonada pelo boy citado anteriormente, o nerd esquisitão, a amiga da bonitinha.... mas eles passam longe de ser o clichê pelo clichê. Os personagens vão se desenrolando e mostrando mais do que um esteriótipo.
Imagem retirada do site The Guardian
A POLÍCIA E O GOVERNO
Sem dizer muito, pra não estragar quem ainda não viu. E como tudo na série, as vezes é preciso ir além do esteriótipo para enxergar o que está na nossa frente. Trazendo o contraponto a turma jovem, a polícia vem como apoio para desenrolar o emaranhado de história que envolve muito mais do que um simples desaparecimento. E o governo é sempre o governo, com segredos e mistérios.....
Imagem retirada do site Flood Magazine
O MONSTRO
Emprestando o nome de um dos monstros do RPG, o Demogorgon (como as crianças o chamam) aparece pouco, é único (não exite outro), tem fundamental importância e pouco se sabe dele ainda. Os autores já informaram que escreveram um documento com 30 páginas sobre SPOILER o mundo invertido, o que é e o monstro, de onde ele veio, porque não existem outros, ou seja, o que se viu na primeira temporada não é 1/10 do que os produtores já sabem. E, desculpa galera, não consigo falar muito mais sobre ele sem dar spoiler, então, tem que assistir pra saber mais!!
Imagem retirada do site Busines Insider
Um fã escreveu uma teoria muito interessante, que particularmente, não sei se eu acredito ou não. Eu queria que fosse algo maior que isso. Algo que surpreendesse, sem ficar no clichê. Se você ficou interessado sobre a teoria, o link está  aqui.
Sério gente, a série é muito boa. Estou numa ansiedade louca para a 2ª temporada, que já foi confirmada e sai em 2017. E com certeza, falarei dela aqui!!! Então aguardem!!!

Já viu a série??Comenta aqui o que achou. Não viu??Tá esperando o quê?? Corre pro Netflix e adeus vida social!!! Quer falar da teoria??Comenta aqui também!!

Por agora é isso, mas eu volto com mais notícias....



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o Psicologicamente Bela. Sua opinião é muito importante! Os comentários são moderados, pois gosto de ler todos e respondê-los!